ORAÇÃO INICIAL-“ HÁ ESPERANÇA NO CAMINHO!”

ORAÇÃO INICIAL-

 

ORAÇÃO INICIAL-

 

“ HÁ ESPERANÇA NO CAMINHO!”

 

“ARDIA O NOSSO CORAÇÃO QUANDO ELE NOS FALAVA PELO CAMINHO”. (Lc 24,32)

 

* Acolhida

 

1-Deus chama a gente pra um momento novo/ de caminhar junto com seu povo/ é hora de transformar/ o que não dá mais/sozinho, isolado, ninguém é capaz.

Por isso vem!/ Entra na roda com a gente/ Também você é muito importante! (Vem) (bis)

2-Não é possível crer que tudo é fácil/ há muita força que produz a morte/ gerando dor tristeza e desolação/ é necessário unir o cordão.

3-A força que hoje faz brotar a vida/ atua em nós pela sua graça/ É Deus quem nos convida pra trabalhar/ o amor repartir e as forças juntar.

 

DIR: Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. A Graça e a ternura do Pai, o amor e a misericórdia de Jesus Cristo, a alegria e o ardor do Espírito Santo, a proteção maternal de Maria, esteja hoje e sempre com todos nós.

 

L 1 - Estamos juntos numa caminhada. É o caminho da Igreja que quer Evangelizar melhor as pessoas do terceiro milênio. O Caminho da nossa Arquidiocese vai definindo o seu rosto e sua missão. O caminho dos leigos engajados que vão se organizando e se articulando para encontrar o verdadeiro sentido para suas vidas e a melhor maneira de viver a fé e exercer o seu ministério.

 

L 2 – Como em todos os empreendimentos e em todos os caminhos que assumimos, é sempre a Palavra de Deus que nos guia, nos orienta, nos fortalece. E é com ela que vamos caminhar agora…

 

L 1 Era Domingo na Palestina. Fazia três dias que Jesus tinha morrido. Muitos estavam eufóricos e aliviados: “haviam calado aquele que os incomodava.” Outros estavam tristes e abatidos. Morreram suas esperanças. Tudo era silencio e abandono. Estava na hora de voltar para casa… Voltar para o seu mundo… Retomar ao que era antes… ( INICIAR A CAMINHADA EM SILENCIO, A BIBLIA VAI À FRENTE)

 

L 2 Entre tantos que voltavam para casa, havia dois jovens de Emaús. Deixaram Jerusalém.  Cabeça baixa, olhos perdidos, eles caminhavam… Voltam para seu mundo… Voltam à antiga vida… Tudo não passou de uma ilusão a mais…

 

L 1 De repente, como que do nada, surge alguém caminhando com eles.(JESUS começa a caminhar)

 

JESUS: Bom dia! Que bom ver vocês por aqui! Estava mesmo precisando de companhia. Mas vocês parecem tão tristes… Sobre o que estavam conversando para estarem assim?

 

JOVEM 1: Você não sabe o que aconteceu? Mas, não é possível! Acho que só você não está por dentro dos últimos acontecimentos nas nossas paróquias… (Pausa)

 

L 1 Jesus sabia. Mas queria ouvir deles. Jesus sabe de nossa vida. Conhece nossos pensamentos, nossas angustias e esperanças, mas gosta de nos ouvir. Vamos falar um pouco com Ele, bem intimamente, com o nosso coração? Vamos dizer a Ele sobre o que estamos conversando ultimamente. Quais são os nossos assuntos… As coisas que preenchem nossa vida, nossos encontros, trabalhos, o nosso campo de ação em nossa comunidade Eclesial. (Pausa)

 

L 2 Depois de relatar tudo o que estava acontecendo, os discípulos deixam escapar um desabafo: “ Nós esperávamos que ele fosse mesmo o Salvador”… Que iria mudar nossas vidas, nos tirar desse regime de opressão e sofrimento, acabar com o Império Romano, e fosse para nós um Rei diferente, mas tudo morreu com Ele.

 

L 1 Nos também temos nossas decepções, nossas frustrações, nosso  desanimo, nossos cansaços. Esperávamos que a unidade fosse maior nos grupos da paróquia. Que crescesse o numero de agentes comprometidos com os trabalhos paroquiais. Que o maior numero de Leigos pudessem lutar para vocacionalizar a nossa paróquia, despertando e convocando todos os batizados e crismados a tomarem consciência da sua própria e ativa responsabilidade na vida eclesial, despertando  o senso de Igreja e o sentido vocacional da pertença à Igreja.

 

L 2 Vamos pensar um pouco e desabafar intimamente com Deus. O que nos angustia nos incomoda e nos impede de caminhar, e assumir o Chamado de Deus em nossa vida? (Pausa)

 

QUEIMA: (Colocar palavras que nos impedem de assumir os projetos e queimá-los: Desânimo, decepção, angústia, medo, comodismo etc.)

 

Canto: Também seu teu povo Senhor, e estou nesta estrada, perdoa se às vezes, não creio em mais nada.

 

L 1 Apesar de todas as decepções, os discípulos não perdem a esperança. Debaixo das cinzas, há sempre uma brasa que arde, uma chama que fumega, e Deus sustenta esta chama.

 

L 2 É verdade que algumas pessoas do nosso grupo nos deram um pouco de esperança: algumas mulheres foram ao túmulo, não encontraram o corpo de Jesus e voltaram dizendo que tinham visto anjos, e estes afirmaram que Jesus está vivo. Outras pessoas foram lá e confirmaram o que elas disseram. Só não viram Jesus.

 

L 1 Apesar do clima de sofrimento e de morte, havia sinais de vida, sinais de ressurreição. Nossa vida também é assim: no meio de tanta coisa que incomoda e faz sofrer, há muitos sinais de vida, muitos motivos para manter a esperança. Há sempre uma brasa que arde, uma chama que nos aquece, uma força que convida a continuar.

 

L 2 Quais são nossas esperanças, sinais de vida e ressurreição que experimentamos em nossa vida, na família comunidade e na própria sociedade? (Pausa)

 

L 1 Jesus chamou a atenção dos discípulos.

 

JESUS: “ Como vocês demoram para entender e acreditar.”

 

L 1 Será que somos assim também? Ficamos atentos aos sinais, aos chamados e aos recados que a vida nos dá?  (Pausa)

 

L 2 – Depois eles comentaram: “ o nosso coração ardia, quando nos falava pelo caminho.”  A Palavra de Deus faz o nosso coração arder? A graça mexe com a gente? (Pausa)

 

L 1 Quando chegaram perto de Emaús, Jesus fez de conta que ia continuar o caminho sozinho. Eles disseram:

 

JOVEM: “ Fica com a gente, Senhor”! A noite já está chegando… E seria um prazer partilhar com você a nossa mesa.

 

L 2 Jesus aceita o convite e fica com eles. Durante a refeição, abençoa o pão e partilha com eles. Seus olhos se abrem, e eles reconhecem que é o próprio Jesus que está com eles. Vivo e presente. Fazendo parte de seu caminho.

 

JESUS:  Parte o pão e partilha. (silencio)

 

L 1 Logo que tomaram consciência de que Jesus estava vivo e caminhava com eles, os discípulos voltam correndo para Jerusalém. Esquecem o cansaço, o sono, o desânimo, a distância: é preciso anunciar, e anunciar logo, que Jesus está vivo, que a esperança não morreu, que o caminho continua, que o ideal permanece, que a semente deve ser lançada.Que a Fé nos empurra para missão, e que acreditamos em Jesus Cristo, acreditamos no Reino, acreditamos na vida.

 

L 2 É por isso que estamos aqui. Fomos escolhidos, amados e chamados por Ele para sermos discípulos fieis, fazendo o Reino acontecer aqui e agora. Sabemos como é fundamental a força do Espírito que nos une, a mística que nos impulsiona, a esperança que nos anima, a formação que nos prepara, o compromisso que nos chama. Pelo Batismo fomos chamados e convocados para sermos profetas e pastores em nossa comunidade, servidores do povo, sinais de esperança, construtores do reino. Aqui estamos Senhor!

 

CANTO: EIS-ME AQUI SENHOR!


5 Respostas to “ORAÇÃO INICIAL-“ HÁ ESPERANÇA NO CAMINHO!””

  1. que legal amei ..

  2. LINDA!

  3. Era justamente o que estava procurando e precisando. Muito criativa. Parabéns!…

  4. muito linda e abençoada esta oração inicial, e inspiradora também
    aproveitei umas partes para fazer a oração inicial de um encontro de família. Que DEUS os abençoe cada vez mais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: